Coisas que você deve parar de dizer para si mesma

As expectativas que você tem para si mesmo estão impedindo você de ser feliz? Aprenda como adicionar o filtro devo ao seu cérebro e melhorar sua saúde mental aqui

Seu cérebro é um editor. Uma de suas tarefas é escolher como narrar a história do que acontece com você todos os dias.

Determina como cada conversa e calamidade se encaixam na saga da sua própria vida. Como o seu cérebro interpreta essa briga com o seu parceiro ou que a entrevista de emprego fracassada determina, em última análise, se esses eventos causam emoções negativas e pensamentos autodestrutivos.

Quando você se sente ansioso ou estressado, seu cérebro editorial é tentado a cortar os limites para a autopreservação. Um atalho é o filtro devo. Devo são crenças que temos sobre como o mundo deve funcionar e como devemos nos comportar nele.

São pequenas caixas em que seu cérebro tenta colocar cada evento, mas a realidade é que esses imperativos tendem a não ser precisos ou racionais. Eles ignoram as complexidades da experiência humana para verdades negras e brancas.

Aqui estão alguns devo comuns a serem observados quando você começar a se preocupar. Pare de dizer a si mesmo estes cinco devo e veja as mudanças que isso pode trazer para sua saúde mental.

01 – Eu devo ser amado por todos em todos os momentos.

Muitos pensamentos e comportamentos autodestrutivos derivam da expectativa de aceitação total e incondicional.

Embora seja incrivelmente humano querer ser aceito, amado e elogiado, quando você está constantemente ajustando suas ações e reações para alcançar esse desejo, você começa a perder seu senso de identidade.

Você se torna um camaleão, mudando rapidamente para se adequar às percepções dos outros. Você não pode lembrar o que é importante para você porque seu foco está em todo mundo. Você iguala a autoestima a gostos do Facebook ou tapinhas nas costas.

A realidade é que você nunca pode deixar todo mundo feliz o tempo todo. Este devo é tão perigoso quanto irracional. Em vez disso, tente se concentrar em seus próprios valores.

Quais ações geram o respeito próprio? Como você pode ser gentil com os outros, em vez de simplesmente buscar o amor deles? Que reconhecimento de seus pares é prático e o que é apenas vaidade?

02 – Eu devo ser bem sucedido em tudo.

Preparar-se para que todo comportamento seja perfeito pode inspirar medo e ansiedade.

Você também é mais propenso a procrastinar quando suas expectativas são impossíveis. Muitas vezes as pessoas mais bem sucedidas falharam inúmeras vezes e abraçaram suas falhas. Em vez de ficar paralisado pelo perfeccionismo, considere como sua vida pode ser plena apesar e por causa de suas limitações.

Para combater esse devo, tenha cuidado para não fazer generalizações quando você falhar. Não conseguir essa entrevista de emprego não significa que você nunca encontrará emprego. Frustrar-se em um encontro não significa que você estará sempre sozinho com 70 gatos.

Quando o seu cérebro começa a mudar para o piloto automático com palavras como sempre e nunca, então você sabe que está em território irracional.

03 –  Eu devo estar chateado com as coisas que eu temo.

O mundo de hoje torna mais fácil sermos obsessivos com as preocupações, especialmente com as redes de notícias 24 horas e as mídias sociais.

Você é pego no circuito, supondo que no segundo em que você baixar a guarda ou focar sua mente em outra coisa, você está se colocando em perigo. Obcecar, no entanto, não é o mesmo que examinar.

Muitas vezes, quando você examina a natureza e a realidade de seus medos, descobrirá que pode enfrentá-los ou aceitar sua inevitabilidade. Aceitação não significa rendição – significa apenas focar no que você pode controlar, e não no que você não pode.

Você não pode parar a inevitável morte por calor do universo, mas pode reciclar seu lixo.

04 –  Eu devo evitar todo conflito.

Cortar ou distanciar-se de pessoas que são difíceis pode parecer a solução mais segura.

A ansiedade diminui e podemos nos esquivar dessas emoções desagradáveis ​​e confusas. Mas esse ato de fuga é apenas uma correção temporária. Você experimentará mais reatividade emocional e diálogo autodestrutivo dentro de si mesmo quando escolher sempre a saída mais rápida.

Na vida, todos encontraremos pessoas com quem temos conflitos. Haverá discordâncias, mal entendidos e estresse sobre a comunicação.

Enfrentar o conflito, buscando entender, pode parecer impossível no começo. Mas a comunicação é um músculo que deve ser flexionado para alcançar uma existência mais calma e feliz.

Quanto melhor você se tornar em ser pensativo e articulado em momentos de incerteza e estresse, menos o drama interpessoal irá incomodá-lo a longo prazo.

05 –  Eu devo ter controle sobre tudo.

Sentir um forte senso de controle sobre o que acontece com você não é uma característica doentia.

Na verdade, as pessoas que têm mais um senso interno de controle provavelmente serão mais resistentes durante os desafios da vida. No entanto, quando essa expectativa se estende a todos os eventos e situações, ela se torna uma perigosa obrigação.

Muito do que acontece com você na vida é por causa da pura chance. Não podemos fazer previsões 100% precisas, mas isso não significa que devamos voltar para a cama e nos esconder do mundo.

Em vez disso, considere como você ainda pode aproveitar a vida e ser resiliente apesar do lançamento dos dados. Você se recuperará mais rapidamente de eventos negativos e experimentará menos culpa.

 

Desafiar o processo editorial do seu cérebro começa com um simples exame.

Pratique anotando seus pensamentos e expectativas sobre uma situação e considere quais desses requisitos devem ser aplicados. Ironicamente, é a aceitação de momentos desconfortáveis ​​e incontroláveis ​​que lhe dão mais poder sobre suas emoções e reações.

Quando você abraça as nuances da sua humanidade e do mundo ao seu redor, é incrível como a vida se torna mais fascinante.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *